Tudo sobre porquinhos da índia


Curiosidades

 

          Mitos sobre Porquinhos da índia

 

 Aqui estão alguns mitos mais comuns sobre porquinhos da índia e explicações com fundamentação técnica.

 

Couve:  Ao contrario da informação que muitos tem difundido, não causa problemas renais. Como todo alimento deve ser oferecido sem excesso e intercalado com outras verduras. Uma boa alimentação precisa ser variada.

 

Alface:  Não é tóxica como muitos imaginam, mas por ser pobre em nutrientes e poder causar diarréias é um alimento que deve ser evitado.

 

Banho: Os banhos não causam problemas desde que sejam dados com água morna, produtos neutros  e  sem risco para os porquinhos e que a secagem seja bem feita. Não se deve dar banho em gestantes, filhotes muito novos e animais doentes, a não ser quando indicado por veterinário.

 

 Gaiola: Não existe nenhum problema em criar porquinhos em gaiolas desde que tenham espaço suficiente, seja especificas para porquinhos ou coelhos e não tenha grade no piso.  É uma opção mais segura quando há outros animais que podem atacar o porquinho.

 

Cercadinho: Ótima opção devido ao seu espaço, mas não deve ser utilizado quando existe o risco de outros animais atacarem o porquinho.  

 

Soft: Não é a única opção certa e sim uma das boas opções para ser utilizado no fundo do alojamento, mas é preciso ser sempre mantido limpo, não utilizar amaciante na lavagem para não impermeabilizá-lo, utilizar algum material absorvente por baixo dele e  é preciso ter muita atenção com as unhas. Acidentes graves podem acontecer quando unhas muito grandes ficam presas no tecido.

 

Maravalha: A maravalha pode ser usada como substrato e não causa problemas respiratórios  se for a especifica para roedores que não contem produtos químicos e nem pó. Já a maravalha encontrada em serrarias pode ter muito pó e vernizes podendo causar intoxicação.

 

Maçã com casca: Não é preciso descascar a maçã. Porquinhos são roedores  e conseguem mastigar muito bem  a maça, mesmo com casca. A casca não causa lesões na boca e é rica em vitaminas.

 

Laranja: Não causa lesões na boca desde que seja dada com moderação e sem estar muito ácida.  É uma excelente fonte de vitamina C.

 

Ração: Não é saudável alimentar porquinhos  apenas com ração. A ração é apenas um complemento da alimentação que precisa ser rica em feno, verduras, legumes e frutas.  

 

Peitoral: O uso de peitoral não causa lesões na coluna se for feito especificamente para porquinhos da índia. Nunca se deve usar peitorais feitos para outros animais e nem erguer o porquinho puxando pelo peitoral.  

 
Brinquedos de Madeira Desgastam os Dentes: Na verdade desgastam apenas os dentes da frente. Para desgastar os de tras é preciso dar feno e verduras para desgastar durante a mastigação.  

 

 

 

Dentes: 

 

 Os dentes dos porquinhos crescem durante toda vida. Se crescerem demais podem provocar ferimentos na boca e até impossibilitarem a alimentação. Para evitar problemas ofereça cenoura, talos de vegetais e brinquedos de madeira especificos para roedores para provocar o desgaste dos dentes.

 

 

Longevidade:

 

 O Guinnes considera que o recorde de longevidade de um porquinho da índia é de SnowBall, que morreu na Inglaterra em fevereiro de 1979 com 14  anos e 10 meses.  É possivel que alguns porquinhos tenham vivido mais do que issso, mas apenas o caso de SnowBall foi registrado pois havia como comprovar a sua idade.

 

Alojamentos Criativos para Porquinhos da Índia

 

 Fotos de alguns alojamentos interessantes para Porquinhos do mundo todo:

 

       

 

Armadura Medieval

 

 

Uma armadura medieval feita para porquinhos da Índia foi arrematada por mais de R$ 53 mil em um site de leilões online.

 

De acordo com o vendedor, a peça, feita à mão, segue o mesmo padrão de armaduras para cavaleiros, com anéis feitos de aço e até mesmo um capacete para proteger a cabeça do roedor. O dono afirmou que a peça pertencia a seu animal “Lucky”, que morreu recentemente, e que a venda seria “em sua memória”

 

Após 10 dias e 156 lances, a peça foi finalmente vendida por US$ 24.300. O dono da peça garantiu que 100% do valor será enviado para a instituição sem fins lucrativos “Metropolitan Guinea Pig Rescue”, em Virgínia, nos EUA, que é dedicada a resgatar, reabilitar e encontrar novos lares para porquinhos da Índia sem dono.

 

 

Engenheiro adaptou um vagão de brinquedo, velcro e rodinhas de um skate para montar o meio de transporte 

 

 

 

 Apesar da pouca idade, Patch, uma porquinha-da-índia de 1 ano, já passou por poucas e boas. O roedor perdeu recentemente o movimento das patas traseiras, deixando seus donos, os irmãos Helena Auty, 6 anos, e Rowan, de 3 anos, desconsolados.

 

O caso aconteceu em Essex, Inglaterra, e felizmente, com a ajuda de Paul Scott, engenheiro e amigo da família, Patch ganhou a oportunidade de ter sua mobilidade de volta. Isso porque o designer conseguiu criar uma espécie de cadeira de rodas a partir de um vagão de um caminhão de brinquedo, rodinhas de skate e um pouco de velcro.

 

Em entrevista ao jornal “Daily Mail” Scott afirmou que já havia trabalhado com diversos projetos, mas sem dúvida, a cadeira de rodas para o pequeno roedor foi sua atividade mais desafiadora. O engenheiro contou ao jornal que ficou sabendo do caso por sua esposa, que é amiga da mãe das crianças, Becky Auty. “Eu fiquei muito feliz em poder ajudar”, declarou.

 

Praticamente adaptada à nova condição, Patch já come normalmente, se sociabiliza e até dá pequenas corridas. “É maravilhoso ver sua recuperação”, admitiu Scott.

 

- See more at: http://petmag.com.br/3267/porquinho-da-india-ganha-cadeira-de-rodas/#sthash.oTmHahPB.dpuf

 

 

 

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DOS ARTIGOS E IMAGENS PRESENTES NESSE SITE  SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO AUTOR.