Reprodução

 

 Informações importantes sobre reprodução, planejamento, cuidados com a gestante e com os filhotes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 O Porquinho da Índia já pode estar apto a se reproduzir a partir dos 2 ou 3 meses. Para evitar um acasalamento precoce é importante separar os filhotes por sexo logo após a desmama.

 

 A idade ideal para se iniciar a vida reprodutiva do macho é por volta dos 4 meses e para a fêmea o primeiro acasalamento deve ocorrer entre os 4 e os 7 meses e a fêmea tem que ter pelo menos 400 gramas de peso. Após essa idade o corpo da fêmea termina seu desenvolvimento e os ossos pélvicos se calcificam completamente. Caso a fêmea não tenha tido um parto antes dessa idade que tenha provocado a dilatação dos ossos pélvicos, esses ossos podem calcificar de forma a deixar o canal de parto estreito demais para a passagem do feto, podendo levar a morte dos filhotes e da mãe.

 

 As fêmeas entram no cio a cada 15 a 17 dias durante o ano todo. O cio dura de 24 a 48 horas, mas durante cada cio a fêmea só está receptiva para o macho durante 6 a 11 horas.

 

 As fêmeas entram novamente no cio de 2 a 8 horas após o parto, mas não devem acasalar nesse momento por estarem desgastadas pela gestação e parto e ainda terem que amamentar. Por isso o macho não deve ser mantido o tempo todo com a fêmea.

 O casal só deve ser mantido junto durante o tempo necessário para o acasalamento.  

 Os machos continuam perseguindo e montando em femeas já gravidas e devem ser separados para evitar que isso estresse a gestante.

 

  Fêmeas muito obesas não devem acasalar devido ao maior risco de problemas, como a toxemia gravidica que pode ser fatal.

 

  A gestação dura de 57 a 73 dias.  Podem nascer de 1 a 7 filhotes, mas o mais comum é de 2 a 4.

 

  

Os acasalamentos precisam ser planejados para evitar consangüinidade que pode levar a filhotes mal formados e com problemas genéticos. Nunca acasale animais com algum parentesco.  

 

Quando o filhote nasce morto ou morre logo após o parto é comum que a mãe coma esse filhote. Ela não mata, apenas come o bebe já morto instintivamente como uma forma de manter o ninho limpo evitando contaminações e evitar atrair predadores.  

 

 

Como escolher o casal

 

 

 

 O casal deve ser escolhido de acordo com a saúde, a raça e as caracteristicas genéticas.

Tenha certeza que tanto o macho quanto a femea estão saudáveis, com as idades e pesos ideais. 

Não reproduza animais com qualquer má formação, problemas de dentição ou de comportamento.

Lembre-se que os filhotes podem herdar os problemas dos pais e até manifesta-los de forma mais grave.

É importante conhecer a genealogia dos pais para definir quais as possíveis caracteristicas fisicas que os filhotes vão herdar, evitar consanguinidade e até definir quais serão as possiveis raças dos filhotes.

 

No caso de porquinhos da índia as regras de acasalamentos entre raças são diferentes das de cães e gatos.

O acasalamento de 2 raças diferentes, dependendo de quais raças, pode geral filhotes das raças dos pais ou em alguns casos até de outras raças e mesmo assim serão considerados puros.

 

A escolha do casal deve ser feita visando sempre o melhoramento genetico. Escolha cuidadosamente a matriz e o reprodutor para reforçar as caracteristicas desejadas como pelagem, cores, formato da cabeça, focinho, orelhas...etc.

 

 

Cuidados com a gestante.

 

 Forneça alimentação adequada. Nessa fase a fêmea consome muito mais energia para gerar os bebes. Ofereça sempre água fresca a vontade, suplementação de vitamina C oral e siga a dieta ideal para porquinhos da índia.

 

  A gestante necessita de maior quantidade de cálcio. A falta de cálcio pode causar hipocalcemia, aborto, fragilidade dos ossos, convulsões e morte. Para proporcionar o cálcio necessário ofereça alfafa em rama ou cubo 2 vezes por semana.

 

  Evite manipular a gestante. Se for necessário faça isso de forma correta. Segure-a por baixo, apoiando a barriga na mão. Nunca suspenda a fêmea sem apoia-la por baixo.

 

 Mantenha a porquinha em um alojamento permanente durante a gestação onde ela se sinta segura. Dessa forma o stress é evitado. Esse alojamento deve ser mantido sempre limpo e protegido de mudanças bruscas de temperatura. E precisa ter espaço suficiente para a porquinha se movimentar com conforto, já que ela estará muito maior e mais pesada que o normal. E uma toca espaçosa pra que ela se esconda e se sinta segura.

 

 Como o stress é uma das principais causa de aborto, evite sons altos, pessoas estranhas, muita movimentação e animais próximos da gestante.

 

 Nos dias próximos ao parto retire a toca para que durante as contrações não haja perigo da mãe esmagar acidentalmente um filhote dentro da toca.

 

 Não coloque mais do que uma porquinha próxima de parir no mesmo alojamento. A placenta possui hormônios que se forem ingeridos pela outra gestante podem causar contração, desencadeando um parto prematuro.

 

 Algumas horas após o parto a mãe e os filhotes podem ser colocados junto com outras femeas que tambem estão amamentando seus filhotes. As porquinhas da india são ótimas mães e é comum que amamentem filhotes umas das outras.

 

 

 O Parto

 

Apesar da grande variação de tempo de gestação, é possivel prever a proximidade do parto.

Quando o parto estiver proximo será possivel perceber a dilatação dos ossos pelvicos. O parto deve ocorrer até 3 dias após a dilatação maxima.

 A maioria dos partos ocorre durante a noite. Costumam durar em torno de 15 minutos. Partos muito longos são sinal de problema.

 Cada filhote nasce com uma placenta propria e envolto em uma bolsa repleta de liquido aminiotico. A mãe rompe a bolsa, limpa o filhote e corta o cordão umbilical separando o filhote da placenta. A femea ingere a placenta que é nutritiva e rica em hormonios que vão estimular a produção de leite.

 Os filhotes começam a mamar poucos minutos após nascerem.

 

 

 

Cuidados com os Filhotes

 

 

Os filhotes nascem completamente formados, com pêlos, dentes, olhos abertos e com 60 a 110 gramas. 

Apesar de mamarem, os filhotes já começam a ingerir alimentos sólidos em torno de 24 horas após o nascimento.

 

 Devem ser desmamados com no mínimo 21 e no máximo 30 dias. Como a fêmea tem apenas 2 mamas, quanto maior a quantidade de filhotes, maior o tempo que os filhotes devem ser amamentados. O peso mínimo para o desmame deve ser de 150 gramas.

 

 A amamentação é muito importante. Apesar do filhote ingerir tambem outros alimentos porque o leite materno é rico em anticorpos maternos, proteínas e gorduras essenciais para seu desenvolvimento saudável.

 

 Examine os filhotes ao nascerem para se certificar que estão saudáveis.

 

 As mães não abandonam os filhotes se eles forem tocados pelas pessoas, mas só manipule os filhotes quando for necessário para não estressa-los

 

 

 

Anna Carolina G. Neves 

Médica Veterinária

   CRMV 13614