Tudo sobre porquinhos da índia


Viajando com o Porquinho

 

Caixa de transporte:

 

 A caixa de transporte deve ser bem ventilada, com furos suficientes, e uma alça para ser carregada. Pode ser de madeira ou plástico. O importante é que o espaço seja suficiente para que seu porquinho viaje confortável.  Certifique-se que as frestas da caixa e da grade da porta não oferecem risco de filhotes pequenos prenderem a cabeça ou escaparem.

Dentro da caixa deve ser colocada maravalha, tapete higiênico ou feno para absorver a urina. Não é permitida a colocação de pote ou bebedouro com água em viagens aéreas, por isso coloque frutas e legumes ricos em água como pepino, melão, melancia, tomate..etc. Assim não haverá risco do porquinho ficar com sede ou até desidratar.

Podem ir vários animais na mesma caixa desde que estejam confortáveis e não briguem. 

Algumas companhias aéreas só aceitam caixas com divisórias para que os animais viagem separados. Se informe antes.

 

 

 

 Avião



Empresas que enviam: GOLLOG e TAM Cargo.

Porquinhos da índia são considerados Animais de Laboratório e não Animais Silvestres.
Para o envio de porquinhos por avião são exigidos os seguintes documentos:

 

Atestado de Saúde Veterinário: O porquinho terá que passar por consulta veterinária para que o atestado seja emitido. O atestado tem validade de 72 horas.

 

GTA (Guia de Transporte Animal): Antes o GTA podia ser expedido pelo veterinário credenciado, mas atualmente, na maioria das cidades, é expedido pelo órgão responsável. No caso de São Paulo é expedido pela Defesa Agropecuária.
Para a emissão do GTA são exigidos o boleto de GTA já pago no banco, CPF, RG, nome completo, endereços e CEPs da pessoa que envia e de quem recebe os animais. Além do atestado veterinário.
A retirada dos animais no aeroporto de destino só pode ser feita pela pessoa que consta na documentação.
Não deixe para a última hora para fazer o GTA. Em alguns casos é preciso levar os documentos em um dia e buscar o GTA pronto no outro.
 A reserva do vôo deve ser feita com pelo menos 48 horas de antecedência. Ao ligar para reservar o vôo é preciso ter as medidas e peso da caixa de transporte. Não se esqueça de que dentro da caixa irá um ou mais porquinhos, algum material absorvente como maravalha ou feno e frutas e legumes. O frete depende das medidas da caixa e do peso total. Não importa quantos animais forem dentro.
Porquinhos da índia só podem viajar como carga.

Anote o nº da reserva do vôo. Você precisará dele na hora do embarque.
Você deverá chegar com 2 horas de antecedência para embarcar o porquinho se ele for viajar desacompanhado. Ele deverá ser entregue no setor de cargas do aeroporto.

 

 

Carro:

 

 

 

Para viajar de carro não é exigido GTA.

O transporte também deve ser feito em caixa de transporte com os mesmos cuidados 

É importante tomar muito cuidado com a temperatura dentro do carro.  Porquinhos podem morrer de calor com muita facilidade.  Mantenha o ar condicionado ligado em uma temperatura agradável.  Ao chegar ao destino ou parar no caminho, se a temperatura externa estiver muito alta, desligue o ar condicionado um pouco antes para evitar o choque térmico.

Preste atenção para não deixar a caixa de transporte recebendo muito sol durante a viagem.

Porquinhos são animais assustados por natureza.  Evite som alto e movimentos bruscos próximos a caixa de transporte. Uma toca pode ser colocada dentro da caixa para o porquinho ter onde se esconder e se sentir mais seguro.

Nunca deixe o porquinho dentro do carro fechado no calor ou sol durante as paradas.

Mesmo em viagens curtas não se esqueça de oferecer alimentos e água.

 

 

Onibus:

 

Para viajar de onibus é necessário GTA. Para ter o GTA o processo é o mesmo que no caso da viagem de avião.

O transporte também deve ser feito em caixa de transporte com os mesmos cuidados.

Entre em contato com antecedência com a companhia de onibus e se informe sobre as regras para o transporte de animais. Algumas companhias não transportam animais e outras só transportam no bagageiro. Algumas cobram uma passagem para transportar animais dentro do onibus. 

Porquinhos da india são muito sensíveis. Nunca transporte no bagageiro. Além de muito estressante por causa do barulho, o local não tem proteção térmica podendo ficar frio ou quente demais durante a viagem, causando a morte do bichinho.

 Transporte sempre dentro do onibus. No caso de onibus com ar condicionado, além da agua e de algum alimento, leve tambem algum pano para proteger o porquinho do frio. 

 

 

Dra.Anna Carolina G. Neves 

Médica Veterinária

   CRMV 13614

 

 

 

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DOS ARTIGOS E IMAGENS PRESENTES NESSE SITE  SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO AUTOR.